Bem-vindo a sua fonte de notícias sobre Adelaide Kane no Brasil. Estamos muito felizes com a sua visita. Sinta-se à vontade para comentar nos posts, visitar nossa galeria e ficar informado sobre a Addy. Esperamos que aproveitem todo o conteúdo que o site tem a oferecer. Não esqueça também de nos seguir nas redes sociais, assim você ficará ciente de novos posts.
Assista:

Can’t Buy My Love
Legendado
Lilly (Adelaide Kane), uma paramédica que trabalha duro e é focada apenas em seu trabalho e entrar na faculdade de medicina. de sempre julgar um livro pela capa. Assim, quando o rico Jeff entra em sua vida, as coisas saem de seu controle. (...) Continue lendo >>
Arquivo da categoria: 'Artigos'
11/11/16
Adelaide Kane daria uma perfeita Branca de Neve?
Publicado por nas categorias: Artigos

O site MoviePilot listou a Adelaide Kane como uma das atrizes que seria perfeita para o remake do clássico “Branca de Neve e os Sete Anões”. A Disney faz questão de dar a cada um dos seus personagens icônicos uma adaptação musical de cada um deles nos próximos anos.

Enquanto nós estamos esperando ansiosamente para o trailer de A Bela e Fera, um outro conto de fadas clássico aderiu às fileiras dos próximos remakes da Disney, o popular Branca de Neve e os Sete Anões.

Apesar de sabermos que o escritor está apenas começando o roteiro e não tem potenciais membros do elenco anunciados ainda, nós verificamos em nosso espelho mágico e tentamos imaginar as melhores escolhas possíveis para cada função. Quem você imaginar como #SnowWhite? Deixe-nos saber abaixo!

Branca de Neve é bastante jovem e ingênua no conto de fadas, mas a adaptação poderia decidir ir para uma adolescente ou uma atriz mais velha  – e talvez mais moderna?

Da esquerda para a direita: Elle Fanning já estrelou uma adaptação do conto de fadas com Angelina Jolie (Maleficent) , enquanto Ella Purnell apareceu recentemente no Miss Peregrines Home For Peculiar Children. Duas atrizes australianas também poderia trazer um aspecto mais maduro para o personagem, como Adelaide Kane, que tem nos matado como Mary Stuart em Reign, e Bella Heathcote, que recentemente apareceu em The Neon Demônio.

06/11/16
Data provável da quarta temporada de Reign para Janeiro de 2017.
Publicado por nas categorias: Artigos , Quarta Temporada , Reign

A quarta temporada de “Reign” seguirá com Mary na Escócia, seu país de nascimento. Ela é uma Rainha viúva e é agora responsável de cuidar não apenas de si mesma, mas do futuro do seu país. De acordo com  Adelaide, Mary vai ser muito mais forte, mais independente e auto-suficiente porque ela sabe que seu povo e seu reino dependem fortemente dela.

No ano passado, enquanto Reign foi chegando ao final de sua terceira temporada, The CW renovou a série para uma quarta temporada, que era, obviamente, uma grande notícia para nós! A rede alterou sua programação por conta de série de implementações novas que estão vindo. Aparentemente a quarta temporada de Reign virá em Janeiro de 2017 com 16 episódios e com o fim de temporada para junho de 2017.

Teremos esperança de uma quinta temporada para Reign? Sim! De acordo com as nossas fontes, a CW tem toda a intenção e esperança de renovar Reign para uma nova temporada. Aparentemente essa nova temporada será um “teste” de audiência. Isso fica claro quando vemos em que ponto das gravações estão no momento.

Fizemos um pequeno paralelo com a história real da verdadeira Mary Stuart com os atores que ainda estão vivos na série. Atualmente eles estão gravando o episódio 12 da quarta temporada e o Darnley (2º marido de Mary) e Rizzio ( amigo e suposto amante) ainda estão vivos.

Entenda mais sobre os fatos históricos dessa nova temporada:
A Mary era católica romana e tinha receio de ficar na Escócia, mas seu meio-irmão, Lord James Stewart, tinha garantido a ela que poderia continuar a ser católica. Apesar das missas terem sido abolidas, a Mary foi capaz de negociar a celebração de missas privadas na abadia de Holyrood. No início ela governou com sucesso e moderação, aconselhada pelo Lord James e William de Lethington. Em 1565, ela se casou com o seu primo de segundo grau Henrique, Lord Darnley (bisneto do Henrique VII).

Darnley era mimado, petulante, impulsivo e ciumento. O relacionamento dos dois não era dos melhores. Mary tinha um secretário, amigo e confidente chamado David Rizzio. Rizzio era italiano e compartilhava da mesma fé de Mary; ele era católico. Alguns acreditavam que Rizzio e Mary planejavam um golpe para restabelecer o catolicismo na Escócia. Outros achavam que ele era espião do Papa. Darnley tinha muito ciúmes desta amizade e o seu ciúmes era alimentado por intrigas de outras pessoas na corte. Até que no dia 9 de março de 1566 Darnley invadiu a saleta de jantar da Mary no Palácio de Holyrood, a ameaçou (na época ela estava grávida) e assassinou o Rizzio. É muito improvável que Mary e Rizzio tivessem tido alguma relação além da amizade. Não há nada nos relatos históricos que sugiram que ela tenha tido uma relação amorosa com Rizzio. A Mary ficou inconsolável. [Leia mais aqui]

De fato, tem muita história para ser contada ainda (como seu terceiro casamento, a morte do seu segundo marido) com um ótimo pano de fundo para uma quinta temporada. E essa foi a intenção dos produtores.

10/09/16
Novidades sobre a estréia da terceira temporada de Reign no Brasil pela NETFLIX.
Publicado por nas categorias: Artigos , Netflix , Reign , Terceira Temporada

Calma! AINDA não temos uma data certa para a estréia da terceira temporada de REIGN no Brasil pela Netflix mas está quase lá! Se você já tentou contato com a NETFLIX Brasil percebeu que eles simplesmente estão ignorando as perguntas. Mas por que? Simplesmente porque eles estão proibidos por contrato de falar.

De acordo com a nossa fonte:

Olá fãs da série Reign, temos uma boa notícia.
A 3° temporada da série chegará em breve no catálogo. Para vocês entenderem, quando dizemos “em breve”, significa que a Netflix já assinou o contrato com o fornecedor da série, porém ainda não pode divulgar a data (por enquanto).

Mas fique ligado em nosso twitter e nosso Facebook, pois assim que soubermos a data, postaremos aqui.

23/08/16
Artigo: Como a violência sexual foi abordada em Reign?
Publicado por nas categorias: Artigos , Entrevistas

No fim do ano de 2014, Reign submeteu sua protagonista, Mary Stuart (Adelaide Kane), à uma situação extrema. Em entrevista ao Entertaiment, os mesmos afirmaram que planejavam inserir o tema de estupro na série desde a temporada passada, pois os rumores do acontecimento são encontrados na história, assim como tantos outros. Eles ainda ressaltaram que o fato é um ponto de inflexão no enredo, e que moverá o ritmo do restante da temporada. Sem dúvida, Mary não será a mesma assim como nenhuma mulher que passa por uma experiência tão brutal. Após o episódio, o canal exibiu um vídeo que a intérprete da personagem gravou para a Rape, Abuse & Incest National Network (RAINN), uma organização sem fins lucrativos que combate a exploração sexual nos Estados Unidos. Nele, as vítimas são encorajadas a denunciar seus agressores:

“You are alive. You will survive this. I know this because I survived. You know that. They try to destroy you by taking your pride and your strength, but those things cannot be taken, not from you. Not ever.”

Na época, o ator Toby Regbo, que interpreta o par romântico de Mary na série, também se manifestou a respeito do assunto e divulgou o site da RAINN em seu perfil no Twitter:

Contudo, o desfecho da história desagradou aos fãs da série, que o consideraram extremamente desrespeitoso para vítimas de violência sexual. Ainda que o caso não tenha sido esquecido de um episódio para o outro e os espectadores tenham acompanhado a jornada de Mary em busca da cura para o seu trauma – diferente de grande parte dos programas de TV -, ele acabou servindo de pretexto para a introdução de um novo triângulo amoroso na trama.

Faz alguns minutos que estou tentando começar essa review, mas apenas rememorar os acontecimentos de Acts of War me faz  chorar. O episódio foi forte e sofrido. Acts of War é sem dúvida o episódio mais impactante de Reign. Não sei se é por que eu estava alheio aos acontecimentos prometidos de forma que o roteiro parecia mais um episódio mediano da série, porém fui nocauteado pelo que viria a seguir. De início, não acreditei no que estava acontecendo, me vi torcendo para que alguém salvasse Mary daquele destino, mas o salvamento não veio e me vi capturado pelo sofrimento da personagem.

Assistir Mary tão vulnerável é realmente um golpe duro para os fãs. Além de ela dividir com Catherine o título de personagens mais cativantes da produção, nos acostumamos a vê-la forte e poderosa e nos esquecemos de que ela é apenas uma adolescente. Curiosamente, é esse o aspecto da sua personalidade que tem sido mais destacado nesta temporada, a de uma mulher que perde o filho, a confiança no marido e no mundo. Adelaide Kane estava grandiosa neste episódio. A forma como ela conseguiu transmitir a mensagem, a fragilidade enquanto suas lágrimas caiam ao chão e qualquer presença parecia uma ameaça realçaram sua capacidade como atriz. Era nítido em sua voz o resguardo dos temores da personagem, enquanto ela mentia a seu reino que seus governantes estavam incólumes, e o seu diálogo com Catherine foi realmente uma das melhores cenas da série.

Ainda que nada tenha sido mostrado de forma explícita, a cena foi forte, impactante e dolorosa. Acho que ainda mais triste que o acontecimento foi todo o seu desenrolar. Sofri junto com a Mary e chorei enlouquecidamente. O fato de ela ter que se forte e fingir que nada aconteceu, enquanto estava devastada, deixou tudo  mais deprimente. Outro ponto a ser destacado é a reação de descontentamento da maior parte dos homens que atacaram a rainha, estava claro que eles não concordavam com aquilo e, embora não tenham feito nada para impedir, isso demonstra como o ato é completamente repulsivo. Estupro é sempre um tema pesado, mas Reign conseguiu tratar o assunto de forma sensível, sem deixar de evidenciar a crueldade da situação.

Uma análise sobre violência sexual na TV

O modo como atos de violência sexual aparecem em seriados costuma depender do gênero ao qual cada show pertence. “Se for uma série adolescente, como Glee ou Gossip Girl, são tratados de forma bem superficial e inconsequente. Já em séries históricas, como The Tudorse The Borgias, como algo normal para a época. Séries de fantasia como Game of Thrones eBuffy é que eu esperava algo mais crítico e diverso do mundo real”, resume Carolina Bernardi.

Na análise de Fernanda Friedrich, estupros são tratados como corriqueiros. Além disso, o comportamento da sociedade diante do assunto também acaba se refletindo nas telas da TV. “Violência, sexo e morte atraem a atenção das pessoas. Há linhas da Psicologia que explicam essa atração humana. Alguns incorporam em suas histórias por acreditarem que faz parte da nossa existência e que a ficção deve levar isso para as telas também”, explica.

De que forma a violência sexual deveria ser tratada nas séries?

Mas afinal, qual é a forma apropriada de lidar com o assunto? “É um tema que não pode ser ignorado, mas deve ser tratado com sensibilidade para que não se perpetuem estereótipos, não se traumatize ainda mais as vítimas que assistem séries e se conscientize as pessoas sobre como estes atos de podem alterar a vida de alguém”, acredita Carolina Bernardi.

Já para Fernanda Friedrich, esse tipo de cena deveria ter a revisão de roteiristas mulheres e os canais de TV deveriam analisar com mais cautela a necessidade do uso de violência sexual em suas produções. “Não acredito e nem gostaria que o assunto fosse evitado completamente, mas uma conscientização é necessária para que a abordagem ocorra de uma forma mais responsável. Vivemos em um mundo machista e as pessoas deveriam ter mais noção do que estão repercutindo”, conclui.

16/08/16
Por Dentro de Reign: Detalhes históricos sobre o primeiro casamento de Mary Stuart
Publicado por nas categorias: Artigos , Por Dentro de Reign

Tudo o que posso dizer é que eu sou uma das mulheres mais felizes do mundo
Mary, Rainha da Escócia para sua mãe na manhã de seu casamento.

Maryr32

O casamento de Mary Stuart, Rainha da Escócia e do Dauphin Francis da França ocorreu no dia 24 de abril de 1558 na catedral de Notre Dame em Paris. O jovem casal foi criado juntos desde que eram crianças pequenas e por isso eram melhores amigos e deviam se sentir mais como irmãos do que marido e mulher.

Aos 14 anos de idade o noivo era o filho mais velho de Henrique II e Catarina de Médici, cujo nascimento havia dado grande alegria para toda a França por vir após onze anos de um casamento aparentemente estéril. Adorado por seus pais e avô, Francis I, o menino, no entanto, cresceu tímido, gaguejando, doentio e pequeno.

mary_queen_scots_francisNuma comparação sombria, sua noiva de 15 anos de idade era alta para a sua idade, linda com longos cabelos ruivos e olhos castanhos espumantes; abençoada com uma esplêndida saúde e cheia de vivacidade, confiança e bom humor. É claro que Mary sinceramente amou Francis mas de uma forma maternal, unicamente fraternal, enquanto ele, compreensivelmente, a adorava.

O casamento deles havia sido decidido quando Mary tinha apenas cinco anos de idade e ela viveu na França desde então, plenamente consciente de que era o seu destino, tanto para se casar com o Dauphin e, em seguida, em seu devido tempo, um dia se tornar Rainha da França, bem como da Escócia. Eu vejo ecos de Maria Antonieta e Luís XVI aqui – uma forte vontade, com uma Rainha impetuosa para o romance e aventura juntamente com um marido menos arrojado. Nem sempre tem que ser uma receita para o desastre – embora eu espere que as coisas teriam sido muito diferentes para todos se Francis tivesse vivido a vida adulta com Mary ao seu lado.

Seu casamento foi opulento, com os preparativos com meses de antecedência para o grande dia. Todos em Paris vieram esperando  para celebrar com a família real na rota entre o Louvre e Notre Dame, um caminho limpo e decorado com símbolos alegóricos, flores e bandeiras ricamente decoradas com a flor de lis da França e da noiva de tinha seu emblema pessoal, a calêndula. Em outras partes da cidade, teatros temporários foram construídos para ser encenadas peças e os vendedores teriam se preparado para um dia agitado com alimentos e bebidas. Foi um dia lucrativo já que foram atendidos milhares que se  esperavam em forma de procissão e depois se amontoaram na praça em frente à Notre Dame.

A procissão começou pouco antes do meio-dia e os milhares de espectadores ao longo do percurso aplaudiram quando pela primeira vez os guardas suíços marcharam para Notre Dame, seguido por dezenas de músicos, então cem maravilhosamente vestidos, os Guardas do Rei. Depois deste vieram os príncipes, três bispos e, em seguida, um grupo de cardeais que transportavam crucifixos e relíquias sagradas e a multidão teria curvado a cabeça em reverência.

Após os cardeais, veio a família real, esplendidamente vestidos, com suas jóias fabulosas e reluziam ainda mais brilhante por conta da luz do sol da primavera. A multidão teria ficado emocionada quando avistaram o próprio Rei que acompanhava a noiva, a bela Rainha da Escócia, que estava, de acordo com uma testemunha ocular, “Vestida com roupas tão branca como lírios, feita de modo suntuosamente e ricamente que seria impossível descrever. Duas jovens Ladys vestidas maravilhosamente vinham atrás segurando a calda do vestido. Mary trazia no pescoço um pingente de valor inestimável em uma gargantilha, pedras preciosas e outras riquezas magníficas. Em sua cabeça, ela usava uma coroa de ouro ornamentada com pérolas, diamantes, rubis, safiras e esmeraldas. No meio da coroa tinha uma jóia fina vermelha (a pedra “carbúnculo”) no valor de 500.000 denaris ou mais “.

Agnes Strickland escreveu em 1852 que Mary usava “um manto mais branco do que o lírio, mas tão gloriosa em sua moda e decoração que seria difícil, ou melhor, impossível, para qualquer caneta fazer justiça a seus detalhes. Seu manto régio e calda eram de um veludo cortado cinza-azulado, ricamente bordado com seda branca e pérolas. Tinha uma calda de um comprimento maravilhoso, coberto com pedras preciosas e foi segurado pelas suas Ladys.

Mary_and_Francis'_Wedding_8

A escolha de Mary de um vestido de casamento branco não era o esperado já que notadamente o branco foi mais tradicionalmente usado por senhoras reais quando elas estavam de luto mas neste como em outras coisas, a vontade forte de Mary pode muito bem ter sido inovadora e prevaleceu. Todos estavam dispostos a não apenas impressioná-la no dia do casamento (afinal, não tinha sido permitido a ela o privilégio de escolher seu noivo), mas também enfatizavam a sua virgindade e mostrava sua beleza ruiva pálida, o que teria sido acentuada por um vestido branco puro.


No final da procissão veio Catherine de Medici levando todas as damas da corte e princesas incluindo Diane de Poitiers e com quatro anos de idade a Princesa Marguerite. Todas vestiam roupas magnificamente elaboradas e brilhavam com as jóias e pérolas combinando com cada vestido. As damas da corte francesa tem sido o epítome do glamour e gosto requintado por séculos e nem em nossas fantasias mais delirantes sobre fios de ouro, pérolas e seda não poderiam nos preparar para a explosão que foi esse glorioso dia de abril.

tumblr_n8ynoxMyZF1r8tg38o4_500

Uma vez que a procissão tinha chegado com segurança à Notre Dame, eles entraram por uma porta lateral, passaram pelo corredor e sairam novamente em um pódio que tinha sido erguido na porta principal e enfeitado com seda azul e uma flor de lis bordada em fios de ouro para a ocasião. Lá, o arcebispo de Rouen, a noiva e o noivo tomaram suas posições para a cerimônia de casamento público em frente da multidão silenciosa e, provavelmente, um pouco chorosa, que aplaudiu e gritou parabéns quando o anel de ouro abençoado foi colocado no dedo de Mary e eles foram declarados marido e mulher diante de todos.

Após isso, tio da noiva, o duque de Guise, jogou do palco vários punhados de ouro e moedas de prata, uma generosidade tradicional para a enorme multidão, causando uma revolta quando as pessoas mergulharam e lutavam entre si pelas moedas preciosas. Ah, o que é um casamento sem um tio embaraçando tudo?

Os convidados do casamento tiveram alguma consciência do tumulto do lado de fora mas eles agora tomaram seus assentos na linda catedral, agora sombria para a massa que esperava o casamento. Todos os olhos teria ido para a figura esbelta da noiva em seu vestido branco cintilante quando ela pegava a mão de seu jovem marido, em seguida, ajoelhou-se diante arcebispo de Rouen no grande altar enquanto a luz se tornava colorida ao passar pelos vitrais da janela acima deles, derramando-se como um arco-íris ao refletir no chão de pedra.

Após a Cerimônia de casamento, houve outra grande procissão de volta ao palácio para o início das comemorações oficiais do casamento , que durariam quinze dias e incluia todos os tipos de bailes, banquetes, desfiles e tudo que você possa imaginar antes deles partirem para o Palácio de Tournelles em Marais.

Nos últimos anos, Mary, a jovem rainha de um país pobre tinha sofrido todo tipo de embaraços financeiros  quando ela tentou o seu melhor para se estabelecer em seu próprio lar e levar a rotina da França para uma Escócia com recursos bem limitado. Agora porém, enquanto ela observava seus convidados de casamento, Mary olhou para baixo, revelando uma satisfação com seu vestido de casamento e jóias de valor inestimável que pairavam em torno de seu pescoço (tinha um diamante requintado, tão cravejado e sobrecarregado com as jóias que um artesão de sorte foi dada a tarefa de segurá-lo acima de sua cabeça enquanto ela presidia seu banquete nupcial). Ela realmente deve ter pensado que tinha uma grande sorte, de fato.

Esclarecimentos do site O Addy Kane Brasil é feito por fãs para fãs, não temos qualquer contato com a atriz Adelaide Kane ou seus familiares e agentes. Os artigos, traduções, dossiês são de propriedade do site e qualquer reprodução, mesmo parcial, é proibida. As imagens e vídeos são de propriedade dos seus criadores, divulgamos apenas a título de informação aos fãs, não temos intenção de infringir qualquer direito. Para mais informações, entre em contato.
Status do Site Nome: Addy Kane Brasil
Desde: 20/12/2015
URL: addykane.com.br
Webmiss: Dani
Design: 3.0 por Mary
Hosted : Flaunt
Visitas: